Gilberto Alexandre Sobrinho

Professor do Departamento de Multimeios, Mídia e Comunicação, no Instituto de Artes, da Unicamp. Atua nas áreas de Estudos da TV, Vídeo e Cinema, destacando-se as pesquisas sobre ficção, documentário e experimental. São campos de interesse: os estudos da diáspora, das identidades e das resistências, no âmbito das disputas estéticas e políticas; interessa-se pelo cinema e audiovisual negro, queer + LGBT, feminino e de questões de gênero e indígena. Está vinculado à graduação em Comunicação Social - Midialogia e Pós-Graduação em Multimeios e Artes Visuais. Coordena o Grupo de Pesquisas NACID - Narrativas Audiovisuais e Construções de Identidades (CNPq). Foi Professor Visitante (CAPES/FULBRIGHT), no Departamento de Cinema, na Universidade Estadual de San Francisco (2014), na California - EUA e na Universidade Iberoamericana, na Cidade do México, México. Em 2015, coordenou e organizou o XIX Encontro SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual, na UNICAMP (FAPESP, CNPq, CAPES e FAEPEX). Também é cineasta e dirigiu os documentários Diário de Exus (2014), A Dança da Amizade (2015), Um poucos de tudo, talvez (2017) e A Mulher da Casa do Arco-íris (2017).